Introdução

HISTÓRIA DA IBCOR Introdução

Parte I
1922 IBCOR 1
CEM ANOS DA HISTORIA DA IGREJA BATISTA DO CORDEIRO

INTRODUÇÃO

A IGREJA BATISTA DO CORDEIRO, a igreja do coração


A História da Igreja Batista do Cordeiro, desde que dela tivemos conhecimento em 1970, tem sido narrada para a comunidade de forma resumida, contando-se os períodos dos Pastorados conhecidos: de Manoel Corinto Ferreira da Paz (1906-1926); de Sebas-tião Tiago Correa de Araújo (1926-1951) e de David Mein (1951-1981). A partir do término do Pastorado do Dr David Mein, foram acrescidos os fatos ocorridos nos Pastorados de Amauri Munguba Cardoso, de Roberto Amorim de Menezes e, mais recente-mente, do Pastor Flávio Germano de Sena Teixeira. Essa simplificação ocultara do conhecimento da comunidade fatos relevantes da história da Igreja, entre os quais:

– o período que antecedeu a organização em igreja (1901-1905), quando Congregação da Primeira Igreja Batista do Recife, organizada e dirigida pelo missionário Salomão Ginsburg e seus auxiliares;

– os períodos em que foi dirigida por dois servos de Deus, ainda desconhecidos na historiografia da comunidade: o Seminarista (depois Pastor) José Pedro da Silva (período de 27 de janeiro de 1907 a 10 de maio de 1908) e o Pastor Robert Edward Pettigrew, missionário norte-americano da Junta de Richmond (período de 10 de
junho a 6 de outubro de 1908;

– os Pastorados interinos de Jezimiel Norberto da Silva (1951); Francisco de Assis Carvalho (1953); Livio Cavalcanti Lindoso (1960-1961); João Virgilio Ramos André (1964); Hermenegildo Nunes da Silva (1967); Nabor Nunes Filho (1970); Norton Riker Lages (1974); David Lee Miller (1976); e James Frederick Spann (1980). Isso sem falar dos muitos outros fatos relevantes. A Comunidade Batista do Cordeiro nasceu na localidade denominada Bomba Grande, na Vila do Cordeiro, defronte da estação da ferrovia Recife-Várzea, onde havia uma bomba d’água para abastecimento da caldeira de vapor do trem. A vila do Cordeiro, no início do século XX, era um aglomerado de casas de operários, emprega dos da várias industrias têxteis e de cerâmica existentes nos bairros do Cordeiro, da Torre e do Zumbi.

Inicialmente, o nosso projeto previa o registro cronológico com ligeiro retrospecto da História do Povo de Deus chamado Batista, desde a origem dessa comunidade de cristãos, na Holanda e na Inglaterra no Século XVI, passando pelos Estados Unidos e a vinda dos primeiros Batistas para o Brasil, bem como o início da divulgação do Evangelho cristão pelos Batistas em Pernambuco, há cento e vinte e anos atrás. Todavia, quando já redigida a maior parte do texto, optamos por fazer uma inversão na apresentação.

Apresentamos primeiro os registros referentes à Igreja Batista do Cordeiro, desde a organização da Congregação, filha da Igreja Batista do Recife , sua formação como igreja autônoma e o seu desenvolvimento como Agência do Reino de Deus, registrando todos os Pastorados, ao longo do centenário de atividades que ora comemoramos a serviço do Reino de Deus e da proclamação do Evangelho de Cristo. Depois, em uma segunda parte, apresentamos os fatos que antecedem à existência da Igreja, desde o surgimento dos Batistas na Inglaterra e na Holanda, passando pelos Estados Unidos, em Rhode Island e Filadélfia. A seguir, no Brasil, a vinda do primeiro missionário norte-americano - Thomas Jefferson Bowen - e a organização das primeiras Igrejas Batistas em solo brasileiro, em Santa Bárbara (1871) e Estação (1879), ambas em Santa Bárbara (SP), onde foi consagrado o primeiro Pastor Batista brasileiro - Antonio Teixeira de Albuquerque -, vindo este depois com os pioneiros missionários norte americanos Anna Luther e Guilherme Bagby, Catarina e Zacarias Taylor para Salvador (BA), trazendo cartas demissórias das igrejas batistas de Santa Bárbara e fundaram a Primeira Igreja Batista da Bahia, em 15 de outubro de 1882.

Depois, a chegada do Evangelho do Reino ao Nordeste,quando os pioneiros da Bahia vieram a Maceió e fundaram a Igreja Batista de Maceió (mais tarde Primeira Igreja Batista de Maceió – PIB Maceió). Desta ultima saiu Mello Lins, que fora batizado em Pernambuco pelo missionário Zacarias Taylor, que deu início a Congregação Batista. Mais tarde, com a chegada dos missionários Lena Kirk e Charles David Daniel, organizaram a Igreja de Christo no Recife, denominada Batista (mais tarde Primeira Igreja Batista do Recife – PIB Recife), em 1886, que se tornou o centro irradiador da luz do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Foi dela que saíram as sementes que germinaram e deram como fruto as igrejas Batistas do Estado de Pernambuco e do Nordeste.

Complementando estas duas partes, incluímos uma Iconografia, com as figuras dos pastores, de personalidades históricas e do templos da Igreja Batista do Cordeiro

Concluída a tarefa a que nos impusemos, de resgatar a História da Igreja Batista do Cordeiro – IBCOR – a Igreja do Coração, desejamos que o presente texto contribua para preservar a memória desta comunidade Batista, que tem servido e continuará servindo ao Deus Trino: Pai Filho e Espírito Santo, para sempre. Amém!